terça-feira, fevereiro 07, 2012

Perna em X

Hoje além de falarmos disso que é importantíssimo, vamos abrir uma nova categoria aqui no blog, “No Balé da Lud”. Nessa categoria irei falar tudo que acontece nas minhas aulas, tipo um diário virtual e, além disso, terá uma pra cada uma das meninas aqui do blog.
Então, hoje foi minha primeira aula do balé, ficamos de férias um mês, para alguns foi um mês para mim não, (parecia uma eternidade). Então o dia tão esperado pra voltar pro balé chegou, minha professora chegou com tudo dando muitos exercícios de força e tal, e como ela agora está treinando duas garotas do meu balé para serem professoras, enquanto fazíamos barra e exercícios no colchonete ela explicava tudo o que tínhamos de errado e tudo o que estava perfeito. Em uma dessas explicações acabei descobrindo que minha perna é em “x”. Então como eu tenho o blog há mais tempo já tinha uma matéria sobre perna em x no meu Word, mais me faltou tempo de posta-lo.

O que é?
A perna em X, como o nome já diz, é a perna em formato de x, como uma tesoura. Esse problema é bem mais presente em mulheres adolescentes e adultas, pois é decorrente de um maior desenvolvimento do quadril. Conseqüentemente, o fêmur terá que se "afastar", ou seja, acompanhar o desenvolvimento do quadril, já que os dois são "encaixados". Logo, as pernas serão hiper estendidas. Esse processo que deixa a perna com esse formato:


 Quais são os sintomas?

Dor em regiões próximas à patela (joelhos); 
Sentir dificuldade em esticar totalmente as pernas nas posições de balé; 
Quando consegue esticar totalmente as pernas, sente como se elas estivessem esticadas além do seu limite;
Sentir os joelhos "estalarem" em alguns exercícios, ou mesmo andando ou correndo;
Sentir como se os joelhos estivessem "montados" um no outro (sobreposto);
Analisar e notar o formato de tesoura nas pernas.

Quais são os malefícios para o balé?

·                     Dificuldade em manter as posições de pé, principalmente a 1ª e a 5ª;
·                     Dor e sobrecarga nos joelhos;
·                     Manter o eixo nas piruetas é mais difícil (mas é só treinar que consegue!);
·                     Sentir o joelho estalar nos pliés e grand pliés;
·                     Certa dificuldade no balancé.

Mas apesar de todas essas coisas ruins, a perna em X é considerada bonita no balé! Isso porque ela oferece maior desenho corporal, ou seja, as linhas corpóreas são mais bonitas em quem tem esse problema. Então o jeito mesmo é analisar o lado bom do problema!
Além de descobrir isso sobre minhas pernas, para o meu dia ficar ainda mais alegre minha professora disse que meu “En Dehors” está ótimo é minha postura e costas estão muito melhores agora, até hoje me lembro quando cheguei a minha primeira aula de balé, minha professora vivia me dizendo “olha a postura Amanda”. Mas agora, graças a Deus melhorou, meu probleminha agora é saber como trabalhar com minhas pernas corretamente. Mais eu consigo, tenho fé.

Fonte: Bailarina de corpo & Alma: Geno valgo - Perna em X

Um beijo,
Amanda.

Um comentário:

  1. Oi, eu tenho esse mesmo problema nas pernas, sempre quis ser bailarina mais quando tinha 7 anos quando finalmente convenci a minha mãe a me botar no ballet, mais o meu medico me proibiu de dançar, ele disse que tem muito impacto e que isso esta proibido para mim, porém saber disso agora me fez ter vontade de ir em outros médicos ter opiniões diferentes e saber se eu posso realizar meu sonho, mesmo depois de tanto tempo.
    obrigada, por me dar esperança.
    bjs.

    ResponderExcluir